Quadro Funcional da Escola em 2009

EQUIPE DIRETIVA
  • André Eduardo Ventorini
  • Helena Mari Freire Wayhs
  • Sandra Corazza Gonçalves

PROFESSORES

  • Adriane Salete Trevisan Malheiros
  • Alessandra Azambuja Cavalheiro
  • Ângela Boldt do Nascimento
  • Carla Denize Almeida
  • Cenira Odete Ramos Droppa
  • Cirlei Wizbiki
  • Crisciana Valentina C. dos Santos
  • Daniele Cristiane Monteiro
  • Débora Mücke
  • Dinamara Kuhn
  • Édia Buzzatti Dessbesell
  • Eliane Jussara da Rosa Leal
  • Fernando Krüger
  • Francisca Marilene Abreu
  • Graziano Benetti
  • Haidi Beatriz Weyrich
  • Ione Sauer
  • Jocelaine Aparecida Silveira Franzmann
  • Leila Krambeck Vieira
  • Maria Francisca dos Santos
  • Maria Rosania dos S. de Oliveira
  • Maria Salete dos Santos Martins
  • Maristela Rosa
  • Marlene Jungbeck
  • Marlene Schrammel Janke
  • Miquela Piaia
  • Ninfa Isabel Lemos de Lima
  • Olga Elisa Almeida Kersting
  • Onice Soares de Oliveira
  • Rosane Inês Thomas
  • Sara Adriane Medeiros Oliveira
  • Silvana Cristina Noschang Xavier
  • Silvia Menezes Garlet
  • Solange Molz
  • Solon Marcelo Lazzarotto 
SECRETARIAS
  • Maria Lucia Timm
  • Thaís Berger Moreira

MONITORA LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA

  • Angela Maria Feldmann Schmidt

BIBLIOTECÁRIA

  • Karin Simoni Schmidt

SERVENTES
  • Elisangela Dille de Lima Guillardi
  • Jocelia da Luz Netto
  • Liane Sörensen
  • Neli Severo
  • Rita Laudelina Silva
  • Silvia Cirlei Wegner Moraes

ATENDENTES

    • Leonice Müller Gruhn
    • Patrícia Batista de Oliveira

    Filosofia da Escola

    A Escola vista como centro de integração entre pais, professores, alunos e comunidade, busca traçar quadrantes para uma educação baseada nos princípios de solidariedade humana, preparando os alunos para a vida e para o trabalho. A educação, fundamentada nesses princípios, encaminha para a vida, alunos conscientes dos seus direitos e deveres como cidadãos que são.

    Histórico

    O Nome da Escola:
    O nome da Escola Municipal Presidente Costa e Silva não foi escolhido apenas porque a escola deveria ter um nome, mas o motivo que levou a escolha recair sobre o nome do memorável Presidente Costa e Silva, foi pelo seu objetivo pujante de lutar pelo "Desenvolvimento Educacional do País".Fato que não poderia passar despercebido.Por isso relembramos esta pessoa dando seu nome a este Educandário, que abriga centenas de crianças, as quais através do trabalho de seus laboriosos professores, não estão alheios à escolha do nome de sua escola.
    Aos 7 dias do mês de março de 1957, em solenidade foi inaugurado o Grupo Escolar Vila Arco-Íris, sendo que no ato estavam presentes o Sr. Walter Faulhaber, Prefeito Municipal, Srª Maria de Lourdes de Oliveira Moreira, Orientadora da 9ª D.R.G. e 79 alunos
    Foi nomeada como Diretora a professora Irmã Aurélia Fava.
    Em março de 1957 D. Nercy da Silva Santos assumiu a direção até 7 de maio de 1969.
    De 1969 a 1970 a escola foi dirigida pelas professoras Açucena Colombi e Soldi Karrer.
    No dia 17/05/1971 foram iniciadas as atividades de nossa escola, no antigo prédio de madeira com o nome de Escola Municipal Arco Íris.
    No dia 17 de maio de 1971 com a presença do Prefeito Municipal, Sr. Arno Goldhardt, Coordenadora do Ensino, Sra. Vera Knorr, Sr. Romeu Kittel, supervisor do Ensino e as professoras Srta. Magda Viviane Goldhardt, Francisca de Almeida Pires e Ieda Venturini foram iniciadas as atividades. Na presente data estavam matriculados 94 alunos.
    Foi responsabilizada no ato pela direção a Sra. Ieda Venturini.
    Era Secretária de Educação na época, a professora Vera Knnor.
    Em 1975, assumiu a direção no primeiro semestre, a professora Inez Feigel, com 148 alunos.


    No segundo semestre na presença do Prefeito Municipal, Sr. Orlando Idílio Schneider, coordenadora do Ensino Municipal, Srta Terezinha de Lourdes Peringer foi entregue a Direção à Srta. Francisca de Almeida Pires.
    A Secretária de Educação nesta época era a professora Terezinha Peringer.
    No ano de 1976 as atividades escolares foram iniciadas no novo prédio com 262 alunos e 12 professores.
    Em 22/06/1976 a escola recebe denominação de Escola Municipal Costa e Silva, contando com 333 alunos de Pré a 5ª série.



    Logo em 1983 é construída a sala da Pré-escola, e a denominação muda novamente, para Escola Municipal de 1º Grau Incompleto Presidente Costa e Silva.




    Grupo de Professores e Funcionários em 1983
    Em 1984 assume a direção da escola, a professora Elenir de Fátima Dill Winck, com 16 professores e 256 alunos.
    Era Secretária de Educação na época, a professora Mary Lea Simon.
    Em 1987 recebemos a visita do Delegado do Ministério de Educação e Cultura de Brasília.






    Grupo de Professores e Funcionários em 1988 






    Grupo de Professores e Funcionários em 1990. 
     Em 1990, teve a implantação da 6ª série em nossa escola.
    Ainda neste ano foram construídas mais duas salas de aula.
    Em 1991, foi implantada a 7ª série, foram construídas mais duas salas de aula, banheiros, biblioteca e parte administrativa, formando assim, o 2º pavilhão.

    Foi construída a quadra de esportes da escola e no 2º semestre, a escola recebeu a denominação de Escola Municipal de 1º Grau Presidente Costa e Silva.
    Em 1992, foi implantada a 8ª série, recebemos a visita de professores da UFRGS, UFPEL e UEC/FAMURS, acompanhadas da Secretária de Educação Vera Knnor.
    Em dezembro, houve a conclusão da 1ª turma de 8ª série, composta por 32alunos.
    Em 1993 a escola formou mais duas turmas de 8ª série com um total de 45alunos.
    Em 1994 formou-se mais duas turmas de 8ª série, com um total de 40 alunos.
    Em 1995 Foram construídas mais duas salas, sendo uma o laboratório e a outra, uma biblioteca com maior espaço para atender melhor os alunos.
    Em dezembro, formou mais duas turmas de 8ª série, com 50 alunos.




    Em 1996, foi feita a cobertura da quadra de esportes e foi concluída a casinha da Pré-escola.
      
    Neste ano (1996) a escola contava com 560 alunos, 36 professores e 07 Funcionários.
    Em 1997 assumiu a Direção da Escola, a Sra Maria Salete dos Santos Martins, permanecendo na função até o ano de 2000. A Escola então já recebia a denominação de Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Costa e Silva.







    Grupo de Professores e Funcionários em 1997. 









    Assumiu a Direção da Escola, em 2001, o Sr André Eduardo Ventorini com 534 alunos, 07 funcionários e 38 professores.

    - Em 2001 o grupo de profissionais da Escola começaram o estudo para a implementação do novo Regimento Escolar.


    ANO DE 2002: 

     - O Regimento foi aprovado pela SMEC e CME. Em 2002 também foram elaborados os Planos de Estudos da Rede Municipal de Educação de 1ª à 8ª série.

    - A Escola construiu uma área de lazer em parceria com o Município nos fundos da Escola:




    - Foi construído na Escola a Sala Rústica, denominada pelos alunos de ABC da Natureza.

     - Laboratório de Informática:
    A escola começou a proporcionar aos alunos, a educação através da informatização:









    - Teve início a construção do ginásio da  Escola onde ficou acertado com o prefeito da época, Miguel S. Prym, que o município entraria com os materiais e o CPM com a mão-de-obra.










     ANO DE 2003:

    - A Proposta Pedagógica da Escola foi estudada e reelaborada.

    - Criação do Grêmio Estudantil da Escola com a denominação: “Unidos pela Escola”.


    - Também neste ano foram construídas duas salas, sendo que uma foi destinada para o Laboratório de Informática.


     - A Escola em 2003 implementou o “voluntariado” com os seus alunos em turno inverso e várias atividades desenvolvidas com o Grêmio Estudantil “Unidos pela Escola”, participando também do projeto Tribos, nas Trilhas da Cidadania em conjunto com ACI e Parceiros Voluntários



     ANO DE 2004:

    - Em 2004 houve a elaboração do Projeto Curricular da Educação Infantil e a conclusão do Ginásio da Escola.

    - Outros acontecimentos marcantes foram a alteração da média escolar de 50 para 60 pontos para a aprovação.

    - Em 2004 foi reinaugurada a Bibliotéca Vicente Bárta:



     ANO DE 2005:

    - Em 2005, os pais construíram a calçada da área coberta da Escola.

    - Foi criado no ano de 2005 o Coral "Vozes do Arco Íris"

    ANO DE 2006:

    - Em 2006 teve início na Escola a implementação do Ensino Fundamental de 9 anos, as Adaptações do Regimento Escolar à essa nova lei e a implementação do Processo de Inclusão de alunos Portadores de Necessidades Educacionais Especiais na Escola. Neste ano a Escola contava com 532 alunos e desde então começou a realizar modificações nos prédios para atender as reais necessidades daqueles alunos.

    - Em 2006 a Escola inicia o processo informatização das Notas dos Alunos nos cadernos de chamada.



    - Em 2006 foi criada a Galeria dos diretores:




    - Em 2006 a Escola sagrou-se campeã do Concurso "Qualidade Total" entre as Escolas do Município:



    - Os festejos do 35º aniversário da Escola  aconteceram no ano de 2006 com várias festividades, encerrando com uma RUSTICA.


    ANO DE 2007:

    - Em 2007 a Escola recebeu do Governo do Estado do RS o Selo Escola Solidária pelo Projeto de Acessibilidade desenvolvido por ela. Esse prêmio foi novamente ganho em 2008 pelo projeto Parceiros Voluntários.

    - Em 2007 a Escola construiu em parceria com o Município a cobertura do pátio interno:


    -  Entre vários projetos realizados pela Escola neste período, destacan-se:
    I Seminário Municipal Juvenil de Educação; 
    Projeto Interligados Através do Meio Ambiente - com vídeo conferência (Escola de Ijuí e Bozano)





    ANO DE 2008:



    -  Em 2008 a Escola ganhou nova pintura:

    - Em 2008 foi construido a cobertura de acesso à Escola.



    -  Em 2009 foi criada a Galeria de fotos do Grêmio Estudantil:


    Great weekend in Alentejo

    This weekend I went to a competition organized by the growing club, "Gafanhoris".

    Saturday, Long, 8,4k (330m), 51'51 - Tricky first part.
    Mistake to the 5th - passed the green, felt that it was there but didn't enter the greens to find the control. Instead I did a 1'15 loop to punch the control then.
    6th - Should have attacked the control by the small path that crosses the river. Lost time crossing the river.
    14th - Without any doubt, the best option was to go by the left, around the big hill - Easier to run with less climb.
    21th - I knew that those greens were a tricky area so I decided to climb a bit more and attack the control from above with confidence.

    Saturday, Sprint/OriShow, 2,9k (15m), 13'04 - The first part of the race was in a simple urban area. The second part, in a different scale, was in a park. I hesitated too much in the last controls. My friends who were watching, have told me that I slow down too much when I look at the map. Maybe one thing to improve.

    Sunday, Middle, 4,9k (205m), 40'38 - This wasn't my day. After a decent start,
    11th - Lost 1'50 there. I left the path too early and entered the greens. Then lost time looking for the control, in my single opinion, in the right 2m rock. I didn't center the GPS trak in that area and it shows that the control was slightly to the south in a smaller rock. I was unlucky to attack the control by the greens.
    12th - Lack of focus after having lost time in the previous control. Lost 1'00.
    21st - A 3'00 loss here. I attacked the control from the post and wasn't able to find it. Then I climbed to the electric lines to relocalize and went down again. I can't center the GPS trak here. If I center where I punched the control to the center of the circle, my loop goes above the electric lines and I know that I didn't pass them to above. It's possible that the electric lines have interfered with the trak but I went to the terrain after the race and had some doubts. In the afternoon I did a 5k train in one of the many quality maps of Gafanhoris with some of my friends.
    Thanks a lot to Tiago Aires e Raquel Costa who provided us such a great weekend. They've been doing a great job with those kids.
    This season I have a new athletics club. Last Thursday I signed for Sport Lisboa e Benfica, a great club with some of the best national athletes including Nelson Évora, actual Olympic gold medallist in long jump and Vanessa Fernandes, actual Olympic medallist in Thriatlon. I'll compete in the main Sub-23 team so I'll have an extra motivation to prepare myself to the 5000m and/or maybe 1500m. My athletic goals for this season will be to have marks to the National Athletic Champs in 5K (usually 14'something) and to be selected to the European Universitary Cross-country Champs. It'll be tough but, we'll see...

    OFELIA INTERRUMPIDA




    Ofelia Interrumpida created by the group Peregrino. It is the continuation of the work Ofelia(2008) Ofelia Interrumpida was presented in The 14th Biennial of Young Artists from Europe and the Mediterranean Skopje 2009, Macedonia, performed by Julieta Dentone, Elena Bylund and Roberto Silva.







    Paintings:


    "NATIVITY"
    oil on canvas
    70x50


    "THE PARTNER"
    oil on canvas
    130x80


    "MELTING SUN"
    oil on canvas
    130x80



    "MELTING SUN"
    (detail)


    "BLOOD ORANGE"
    oil on canvas
    70x50


    "ONE OPTION"
    oil on canvas
    70x50