Grupo arrecada dinheiro e decifra DNA de papagaio ameaçado

Animal é o último papagaio nativo da fauna dos Estados Unidos.
Campanha reuniu cientistas, estudantes e população de Porto Rico.

Do Globo Natureza, em São Paulo

Espécimes de papagaios de Porto Rico, animal ameaçado de extinção que teve o DNA sequenciado (Foto: Divulgação/Jose Almodovar/Universidade de Porto Rico)Papagaios de Porto Rico; espécie ameaçada teve o DNA sequenciado (Foto: Divulgação/Jose Almodovar/Universidade de Porto Rico)
A última espécie de papagaio nativa do território dos Estados Unidos, o papagaio porto-riquenho (Amazona vittata) teve o seu código genético decifrado por cientistas da Universidade de Porto Rico, em Mayagüez, após uma campanha local para arrecadar recursos que envolveu pesquisadores, estudantes da instituição e a população do país.
Arista francesa Audrey Guiblet doou quadros de papagaio para ajudar na arrecadação (Foto: Divulgação/Universidade de Porto Rico)Arista francesa Audrey Guiblet doou quadros para
ajudar (Foto: Divulgação/Universidade de Porto Rico)
O estudo com o sequenciamento genético foi publicado no periódico "GigaScience" nesta sexta-feira (28).
O papagaio já foi abundante em Porto Rico, território dos EUA, mas a destruição de florestas ao longo do século 19 para a agricultura causou redução drástica na população destes animais, apontam os cientistas.
Programas de reprodução em cativeiro recentes tiveram algum sucesso, mas o número dos papagaios na natureza continua muito baixo.
Uma artista francesa, Audrey Guiblet, chegou a doar quadros do animal ameaçado de extinção para serem vendidos e ajudar na arrecadação dos US$ 20 mil necessários para pagar o sequenciamento do genoma.